Since 1979
07
Mar 08
publicado por Luís Veríssimo, às 07:55link do post | comentar

Quem me conhece sabe que tenho uma ligação muito próxima e especial com o Alentejo. Não só por lá ter vivido, como também por a minha família ser de lá (apesar de a paterna estar instalada na zona de Setúbal, onde também vivi). É certo que a minha relação com o meu Alentejo é um pouco de amor/ódio. Cada vez que visito a minha avó materna adoeço. Mas lá está, é o MEU Alentejo e encho-me de orgulho em afirmar que sou de lá.


Isto tudo a propósito da imagem da primeira página do Público (que parece que fez 18 anos esta semana) de hoje:



A Herdade dos Machados em Moura foi comprada por uns espanhóis. Esta compra não seria extraordinária se não estivesse em causa o maior olival português. Não tenho ligações a Moura, nem à Herdade dos Machados, mas esta compra preocupa-me. É certo que os olivais estão protegidos por lei em Portugal, mas em Espanha não, e há uns anos andaram a desmatá-los ao desbarato. "De Espanha nem bom vento, nem bom casamento!". Sim, eu sei que às vezes tenho vontade de ir viver para Espanha...


Curiosamente o tema do jantar de mais logo à noite será o Alentejo. Ai que saudades que tenho...


Isto, infelizmente, é o resultado de décadas de iniquidades, injustiças, incapacidades e incoerências - pessoais, familiares, empresariais e políticas... Há muitos responsáveis por isto, infelizmente muito poucos responsabilizáveis. Parabéns ao Dr. Nuno Tristão Neves pela abnegação, vontade, querer e dedicação. Lamentamos a necessidade deste passo, mas compreendemos, à luz de demasiadas idiossincrasias e sofismas, o que aconteceu. Acreditamos que subsiste a vontade, o empreendedorismo, a raça e a determinação da família, no encarar de um novo futuro. Esperamos e nunca desistimos.

Os espanhois trazem ideias (que, por acaso não são novas), dinheiro e apoio político, tudo o que faltou à Casa Agrícola Santos Jorge (excepto as ideias, está claro!) nos últimos TRINTA, ouviram bem?!, TRINTA LONGOS ANOS DE LUTA CONTRA MOÍNHOS DE VENTO, MENTIRAS E ACTOS POLÍTICOS IRRESPONSÁVEIS E INCOMPREENSÍVEIS, atentatórios da liberdade, do direito da propriedade e do simples bom-senso. Mais uma vez, um dia espero que seja feita justiça à inteligência e ao grande carácter e coragem do Dr. Nuno Neves, que conheço muito mal, mas que respeito e considero um dos últimos homens com CORAGEM e independência deste país. Espero que alguém, um dia, lhe faça justiça.

Quanto às Ibérias ou não Ibérias, são questões menores e sem resposta. Mas que Portugal não é a Andalúzia, ou a Galiza, isso não é... E refuto totalmente a ideia de que um dia, o sentimento da portugalidade, a selecção Nacional, o hino, os símbolos da Pátria, e auto-determinação, possam ser confundidos com terrorismos e actos criminosos.

Fernando Santos Jorge
Fernando Santos Jorge a 7 de Março de 2008 às 16:42

mais sobre mim
Março 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
14

16
18
21
22

23
27

30


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO