Since 1979
15
Jul 08
publicado por Luís Veríssimo, às 10:12link do post | comentar | ver comentários (2)

Por mais cedo que me deite e mesmo que durma a noite toda (coisa rara, mas que se verificou nas últimas duas noites), quando tenho que vir trabalhar de manhã ando sempre com sono. Fazendo com que o meu estado de concentração e alerta seja muito baixo. Por isso é que sempre preferi trabalhar no turno da tarde. O meu desempenho profissional é claramente melhor à tarde. Quando andava na faculdade era também à tarde que aproveitava para estudar, visto que a tarde me rendia bastante. Curiosamente é à tarde que normalmente cometo mais erros a nível profissional...


publicado por Luís Veríssimo, às 09:40link do post | comentar | ver comentários (1)

Já está feita a reserva e compra da passagem áerea de ida e volta pela EasyJet para o Funchal para a Passagem do Ano. Miraculosamente consegui marcar férias para a Passagem do Ano 2007/2008. Esta será, em princípio, a minha grande viagem de 2007. Este ano não deverei ir ao estrangeiro nas minhas férias de Outubro (infelizmente, mas o dinheiro não dá para tudo). Contudo, até lá muita coisa pode acontecer. De referir que nos últimos anos as minhas viagens ao estrangeiro têm sido feitas apenas até España. Gostava de brevemente voltar à Alemanha e a França, e de sair (pela primeira vez) do continente europeu. A ver vamos o que o futuro me reserva... 


publicado por Luís Veríssimo, às 08:38link do post | comentar

 



Segundo a sondagem da Universidade Católica/JN/RTP/Antena 1 "Se as eleições legislativas fossem hoje, o PS venceria com maioria relativa.". Verifiquem todos os resultados aqui, no site do Jornal de Notícias.



12
Jul 08
publicado por Luís Veríssimo, às 11:30link do post | comentar | ver comentários (2)

Definitivamente gosto de ir ao Mercado de Algés. Já soube que irá entrar em obras. Não se sabe ainda é quando. Suspeita-se que as obras irão demorar 3 anos! E também ainda não se sabe para onde os vendedores irão vender as suas coisas nesse meio tempo. Mas não quero falar hoje disso.


Esta semana numa das vezes que fui à praia a Cláudia levou a fruta. Melancia. Era um pavor de melancia. Disse-me que a tinha comprado no Pingo Doce de Algés. Eu ia-me dando uma coisa. Dei-lhe um ralhete. Então a gaja vem a Algés tantas vezes, até faz compras cá e compra-me a fruta no supermercado? Que vá ao Mercado. Ah e tal, nunca vem cá quando o Mercado está aberto. Eu vou! Compro-te as coisas. Então lá fui hoje comprar-lhe a fruta.


Hoje a banca da D. Fátima estava concorrida, como de costume. Reparei então que para além de estar a dona da banca e da sua mãe a atender, estava também o Cristiano, o filho. Fiz questão de ser atendido por ele. Foi ele que cortou a melancia ao meio, foi ele que pesou os tomates, o pepino, as ameixas, a papaia, os pêssegos, as mangas. E foi ele também que me fez um desconto. Desconto esse que a mãe, a D. Fátima, já me faz. Para facilitar os trocos arredondam as contas para baixo, às vezes os descontos são de mais de 10 cêntimos. Qualquer desconto em tempo de crise é coisa bem vinda.


Gosto mesmo deste Mercado. #suspiro# Agora tenho que me despachar que o casamento é mais logo à tarde.


11
Jul 08
publicado por Luís Veríssimo, às 10:20link do post | comentar | ver comentários (5)

Hoje acordei cedo. Passava pouco das 08h. O telefone tocou. Atendi estremunhado. "Ah! Empresta-me o carro para ir...". "Sim, claro que empresto! Ele anda. Tem o depósito cheio. Já prendeste o pára-choques. As luzes também já as prendeste. Claro que empresto.". Veio passados minutos buscar os documentos. É-me estranho verificar o quão às vezes sinto que estou preso àquele homem. Quase numa situação de dependência doentia. Isto assusta-me um pouco. Já fomos feitos um para o outro. Não soubemos foi cuidar do sentimento que nos unia. Contudo, agora já não haverá mais possibilidades, foi chão que já deu uvas. Sempre gostei desta expressão. Como se todo o chão em que piso fica impossibilitado de dar uvas logo a seguir à próxima colheita. De momento estou é com sono, muito sono. Não consegui voltar a adormecer. É por isto que tenho sempre a cama por fazer. Assim tenho a possibilidade de me deitar a qualquer hora do dia e da noite para tentar dormir. A maior parte das vezes são apenas tentativas não concretizadas. Desde a adolescência que tenho muitas, mas mesmo muitas dificuldades em adormecer. Já me deveria considerar um "doente" do sono. Já ponderei a hipótese de que não consigo deixar-me dormir por ter a consciência demasiadamente pesada. Mas isto também foi chão que já deu uvas. Vou mas é tentar dormir novamente.


09
Jul 08
publicado por Luís Veríssimo, às 09:50link do post | comentar | ver comentários (7)

Ontem à tarde era para ir visitar os meus avós paternos. Era para ir... Acabei depois por não ir. Ontem à tarde tive o meu primeiro acidente de viação comigo ao volante. Tenho carta de condução há 10 anos, na maior parte deles não conduzi... Felizmente não bati noutro carro e também nada me aconteceu. Apenas o carro ficou amolgado à frente, nem os faróis se partiram, apenas se desprenderam, e o carro voltou a andar logo a seguir. Tinha acabado de sair de Algés e ia entrar no IC17 (CRIL). Nessa curva, que a faço muitas vezes, tantas vezes, ia com velocidade a mais (faço-a sempre com velocidade a mais), o carro fugiu-me para a direita, as rodas de trás apanharam alguma gravilha (com certeza), depois disto apenas tentei travar e guinei para a esquerda (também não sei para quê), e acabei por ir bater de frente no rail. O suposto airbag não abriu. É curioso constatar que naqueles breves segundos se tem consciência de se ver tudo o que se passa. É muito curioso mesmo...


07
Jul 08
publicado por Luís Veríssimo, às 12:29link do post | comentar | ver comentários (3)

A vida continua. Continua sempre. Quase tudo continua. Há sempre qualquer coisa que continua. Após uma estalada as pessoas continuam com as suas vidas. Após um beijo as pessoas continuam com as suas vidas. Após uma morte as pessoas continuam sempre com as suas vidas. Às vezes é difícil continuar com a nossa vida depois de qualquer coisa acontecer. Outras tantas vezes é tão bom e tão fácil continuar com as nossas vidas. Sabe bem continuar. Sabe bem prosseguir. Pode é não ser nada, mesmo nada sedutor prosseguir. Quem é que já não teve que continuar quando as suas forças pareciam já esgotadas? Qualquer um de nós já o terá feito. Acredito que só temos a ganhar com a continuação. Principalmente ganhamos experiência. Essa experiência será sempre útil para futuras situações. É bom continuar e continuar...


04
Jul 08
publicado por Luís Veríssimo, às 12:48link do post | comentar

Visionado a 3 de Julho de 2008 na sessão da meia-noite.


Versão original.


 


Trailer: 2,5


Diálogos: 3


Fotografia: 4


Cartazes: 2,5


Argumento: 3


Montagem: 3,5


Realização: 3,5


Interpretações: 3


Banda Sonora: 3,5


Efeitos Especiais: 5


Média: 3,35


Classificação Geral: 3,5 em 5


Aspecto Negativo:


Os actores e personagens secundários estarem um pouco apagados. O que é pena com tantos nomes grandes.


Aspecto Positivo:


O genérico inicial e os créditos finais são sublimes. Atenção ao "bombom" no final do filme.


03
Jul 08
publicado por Luís Veríssimo, às 20:51link do post | comentar | ver comentários (4)

... de ver alguns dos chineses que povoam a minha rua. Às vezes dão-me mesmo asco. Deambulam pela rua de loja chinesa em loja chinesa. São umas 3 lojas desde o início da rua e até minha casa. Têm um aspecto descuidado. Os pés são maiores que os chinelos que calçam. Têm os calcanhares gretados e as unhas amareladas. As lojas chinesas da minha rua não me atraem mesmo.


... de sentir o cheiro a suor do meu colega de secretária. Às vezes é insuportável. Quase todos os dias vai trabalhar com um activo cheiro a suor. Quer esteja calor quer esteja frio, o cheiro é o mesmo. Este meu colega "come" palavras, não se sabe explicar e diz "pronts". Às vezes tem um resto (escuro) de saliva num dos cantos da boca. Consegue passar mais de oito horas sem comer nada.


... de errar profissionalmente. É mesmo algo que detesto. Estou mesmo a precisar de férias. O que me vale é que começam já amanhã. Vai ser uma semana inteirinha com quase nada para fazer. Com muita praia e muitos petiscos. Desde Dezembro que não tinha uns dias de descanso. Tenho apenas que ir a casa da minha avó paterna. E apenas tenho o casamento. Estou nervoso, muito nervoso.


... de muitas mais outras coisas!


02
Jul 08
publicado por Luís Veríssimo, às 16:55link do post | comentar | ver comentários (2)

É oficial! Já tenho o meu LaCie! Só que não ladra, nem mija no tapete, nem caga no chão da sala, nem deixa pelos pela casa. É o meu famuloso disco externo de 250gb autoalimentável. Não é lindo?



LaCie


mais sobre mim
Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10

13
14
17
18

20
22

27
28
31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO