Since 1979
03
Jan 08
publicado por Luís Veríssimo, às 20:56link do post | comentar | ver comentários (2)

Hoje cheguei a casa e estava como o tempo: tristonho. Não gosto nada de estar assim. Mas a vida adulta é difícil como o caraças. Apetece-me gritar. Gritar faz bem, alivia a tensão acumulada. O que me motiva a vontade de gritar é que não é nada bom. E é que não gosto mesmo nada de estar assim. E quando fico assim parece que não tenho sentimentos. Não sei onde os deixo. Ficam esquecidos nalgum lado. Perco-os e não sei onde estão. Não tenho saudades. E quero tê-las. Não tenho outras coisas mais. E quero tê-las. Mas é que não gosto mesmo nada de estar assim. Não estou depressivo, pois isso não combina bem comigo, apenas estou triste. Sinto-me tristonho como o tempo. E afinal sinto qualquer coisa.


publicado por Luís Veríssimo, às 18:50link do post | comentar

Visionado a 2 de Janeiro de 2008.


 



Interpretações: 4


Realização: 4


Argumento: 5


Montagem: 3


Fotografia: 4


Guarda roupa: 5


Cenários: 3


Banda Sonora: 3


Trailers: 4


Cartaz: 5


Média: 4


Classificação Geral: 4 em 5



Aspecto Negativo:


Os palavrões: são recorrentes no cinema português e já chateia.


Aspecto Positivo:


Soraia Chaves: a sua interpretação e o seu corpo.



mais sobre mim
Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11

13
14
17

21
23
25

29
30


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO