Since 1979
22
Abr 11
publicado por Luís Veríssimo, às 10:20link do post | comentar | ver comentários (3)

Hoje é sexta-feira. Sexta-feira Santa. Sexta-feira (ainda) não foi alterada com os acordos ortográficos. Sexta-feira escreve-se (ainda) sexta-feira. Mas esta, a de hoje é santa. Como se de um shabat se tratasse. Neste dia que é santo nada, ou quase nada se pode fazer. Não poder comer carne é a "proibição" que mais salta à vista. Eu próprio ontem à noite tirei do congelador um belo frango para assar. Hoje de manhã quando acordei pensei que talvez não fosse boa ideia cozinhar o frango. Isto é uma das muitas tradições e imposições da nossa cultura portuguesa. Irremediavelmente associada ao cristianismo e sobretudo ao catolicismo apostólico românico. Nesta sexta-feira, a santa, não se pode trabalhar. Mas há quem trabalhe para garantir a santidade do dia. O pessoal da famosa troika está lá no "seu" gabinete a ver o que pode continuar a fazer para deprimir ainda mais os portugueses. Essa troika não descansa. Foram esses senhores do Norte que trouxeram a chuva e o mau tempo numa altura em que já estávamos a gozar dias de Verão. Sócrates também foi gozar uns diazinhos para o Algarve. Dizem que está num hotel de luxo. Pois eu acho muito bem que esteja. Que este país é muito cansativo e ter conseguido obter uma boa sondagem depois de tanto trabalho e esforço merece algum descanço. Sócrates é o nosso Cristo, será que vai conseguir ressuscitar nas eleições de 5 de Junho? Mas esta sexta-feira quer-se santa, quer-se apaixonada, com peixe e sem carne, com amigos e em família, a trabalhar ou a ver maus filmes na televisão, a ler jornais ou maus best-sellers. É esta a sexta-feira que temos, uma sexta-feira santa ou a vida selvagem que foi destinada a Portugal.

Capa d' O Inimigo Público de 22 de Abril de 2011.

 


21
Ago 08
publicado por Luís Veríssimo, às 07:55link do post | comentar | ver comentários (2)

Foram 153 os mortos no acidente de ontem da Spanair no aeroporto de Barajas em Madrid...


1.


2.


Foto 1. retirada do site do jornal El Mundo e foto 2. do site do jornal El País.


08
Ago 08
publicado por Luís Veríssimo, às 12:15link do post | comentar | ver comentários (2)

Não quero fazer grandes comentários sobre o assalto à dependência do BES em Campolide, Lisboa e consequente sequestro de pessoas. Apenas quero salientar a acção das forças de segurança que estiveram presentes no local. A pouca falta de informação transmitida pela polícia aos media foi disso exemplo. Só ao final da noite é que se soube que os assaltantes haviam feito 6 reféns no total e não 3 como se supunha. Quero destacar também o sangue frio da gerente do balcão que assim que ouviu o primeiro disparo baixou a cabeça e correu em direcção à polícia. Deixo-vos um link para um excelente vídeo da RTP com os momentos finais do assalto, onde se pode ver a acção policial.

tags: , ,

15
Jul 08
publicado por Luís Veríssimo, às 13:37link do post | comentar | ver comentários (3)

Palavras para quê? Absolutamente maravilhoso, ofensivo, corrosivo e brilhante. Capa do próximo número da revista The New Yorker, a publicar no próximo dia 21 de Julho de 2008.



O candidato democrata à Casa Branca, Barack Obama, de turbante e a mulher, Michelle Obama, com traje militar.


publicado por Luís Veríssimo, às 08:38link do post | comentar

 



Segundo a sondagem da Universidade Católica/JN/RTP/Antena 1 "Se as eleições legislativas fossem hoje, o PS venceria com maioria relativa.". Verifiquem todos os resultados aqui, no site do Jornal de Notícias.



12
Jun 08
publicado por Luís Veríssimo, às 10:10link do post | comentar | ver comentários (4)

«... As sondagens não são claras. Umas dão a vitória ao SIM, outras ao NÃO. O problema é que há um número substancial de indecisos, 25%, ... Quanto maior for a abstenção, mais possibilidades tem o NÃO de vencer.


»O SIM já teve uma vantagem clara mas foi perdendo influência e levou mesmo à saída do primeiro-ministro irlandês, ... Bertie Ahern viu-se envolvido num caso de financiamento, alegadamente ilegal, a polémica estava a prejudicar o SIM e cessou funções. No entanto, não foi suficiente para garantir a vitória. O actual chefe de governo, Brian Cowen, é um dos maiores defensores do SIM ...


»Por motivos constitucionais a Irlanda tem de recorrer ao referendo e [é o] único país pode bloquear o Tratado de Lisboa.»



Segundo as normas do Tratado de Lisboa (TL) este tem que ser aprovado por todos os 27 estados membros da União Europeia. A Irlanda é o único país que se viu obrigado a "aprovar" o TL por referendo devido à sua Constituição. Caso a maioria dos eleitores irlandeses hoje se inclinem mais para o NÃO o TL morre literalmente. Se isto acontecer A UE terá uma grande embrulhada para resolver. Notícia do Rádio Clube, ver mais aqui.


 


Links sobre o Tratado de Lisboa:


- TL na Wikipédia;


- TL no site da UE;


- TL no Portal do Cidadão;


- PDF do Ministério dos Negócios Estrangeiros;


- TL no Eurocid (Centro de Informação Jacques Delors).


 


Imagens roubadas ao SapoFotos.


21
Mai 08
publicado por Luís Veríssimo, às 12:22link do post | comentar | ver comentários (1)

«O ar poluído da futura refinaria de petróleo de Badajoz vai chegar a Évora. É uma garantia avançada ao Rádio Clube pela 'Plataforma Refinaria Não' que contesta o projecto há três anos e meio.


»(...) a localidade mais próxima do lugar previsto para a construção, fica a cerca de 40 Km da fronteira, mas a distância não salvaguarda Portugal do impacto ambiental da refinaria, garante Diego Dias, porta-voz da plataforma.

»O grupo contesta a futura refinaria de Badajoz e alerta também para a descarga dos efluentes no Guadajira, um afluente do Guadiana que depois vai arrastar a poluição até ao Alqueva.»


Continuo a não fazer quaisquer comentários para não me acontecer o mesmo que aqui.


Notícia do Rádio Clube, ver mais aqui.


20
Mai 08
publicado por Luís Veríssimo, às 15:05link do post | comentar

«O Alqueva pode estar ameaçado por causa da construção de uma refinaria de petróleo em Badajoz.


»A Agência Portuguesa do Ambiente, o Instituto da Água e o Turismo de Portugal temem o impacte ambiental da refinaria nos solos e na água do lado português da fronteira.


»Com os alertas destes institutos, os municípios da região do Alqueva pedem ao Governo que interceda de imediato junto das autoridades espanholas para travar o projecto.»


Nem vou fazer quaisquer comentários para não me acontecer o mesmo que aqui. Notícia do Rádio Clube, ver mais aqui.


07
Mar 08
publicado por Luís Veríssimo, às 07:55link do post | comentar | ver comentários (12)

Quem me conhece sabe que tenho uma ligação muito próxima e especial com o Alentejo. Não só por lá ter vivido, como também por a minha família ser de lá (apesar de a paterna estar instalada na zona de Setúbal, onde também vivi). É certo que a minha relação com o meu Alentejo é um pouco de amor/ódio. Cada vez que visito a minha avó materna adoeço. Mas lá está, é o MEU Alentejo e encho-me de orgulho em afirmar que sou de lá.


Isto tudo a propósito da imagem da primeira página do Público (que parece que fez 18 anos esta semana) de hoje:



A Herdade dos Machados em Moura foi comprada por uns espanhóis. Esta compra não seria extraordinária se não estivesse em causa o maior olival português. Não tenho ligações a Moura, nem à Herdade dos Machados, mas esta compra preocupa-me. É certo que os olivais estão protegidos por lei em Portugal, mas em Espanha não, e há uns anos andaram a desmatá-los ao desbarato. "De Espanha nem bom vento, nem bom casamento!". Sim, eu sei que às vezes tenho vontade de ir viver para Espanha...


Curiosamente o tema do jantar de mais logo à noite será o Alentejo. Ai que saudades que tenho...


mais sobre mim
Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO