Since 1979
04
Mai 11
publicado por Luís Veríssimo, às 11:46link do post | comentar | ver comentários (2)

Mataram Osama Bin Laden. Aliás, a América, os Estados Unidos dessa América, matou Bin Laden. Aliás, Barak Obama, Presidente dessa América dos Estados Unidos, Nobel da Paz em 2009, mandou matar Bin Laden. Não concordo com a morte pela morte. Não concordo com a guerra pela guerra. A guerra e a morte são das coisas mais terríveis e dolorosas que se pode experienciar. A guerra e a morte transformam-nos em monstros, em animais que não conheciamos que existiam em nós. Não concordo com o acto de guerra que foi perpetado pela Al-Qaeda às Torres Gémeas do World Trade Center em New York. Ainda hoje o meu estômago dá voltas de cada vez que me lembro que assisti impotente à queda de duas torres em directo na televisão. Mas também não concordo com a morte de Osama Bin Laden. Mas esta é apenas a minha mera opinião.

Cumprindo uma já tradição, a revista Time vai publicar uma edição especial com uma cruz sobre uma imagem de Osama Bin Laden. Esta tradição da Time começou em Maio de 1945 com a publicação de uma edição especial com Adolf Hitler. Em Abril de 2003 publicou outra edição especial com Saddam Hussein, aquando da queda do seu regime no Iraq. Em Junho de 2006 o auto-proclamado líder da Al-Qaeda no Iraq, Abu Musab al-Zarqawi, morreu e mais uma vez a Time publicou uma edição especial com cruz.

tags: ,

13
Out 08
publicado por Luís Veríssimo, às 12:18link do post | comentar | ver comentários (3)

De hoje e até à próxima sexta-feira (18 de Outubro) irei colocar aqui 5 dos meus segredos mais sombrios. Segredos que muito pouca gente os sabe... Meio em jeito de limpar a minha consciência... Dado que de meados de Outubro ao início de Novembro (com férias e viagens à mistura) irei andar meio para o deprimido.


 


Quando era um adolescentezinho, jovem imberbe e inconsciente, e morava no Alentejo... estive para ir viver para os EUA com uma família portuguesa. Irremediavelmente iria para Newark. Se tivesse ido seria um daqueles portugueses radicados nos states cheio de saudades do meu Portugal. Saberia de cor e salteado toda a música pimba. Seria um daqueles emigrantes broncos. Ainda bem que não fui...


07
Out 08
publicado por Luís Veríssimo, às 09:37link do post | comentar | ver comentários (2)

Publico_07-10-2008


Esta 1.ª página da edição de hoje (07/10/2008) do Público refelcte o que se passou ontem na praça portuguesa. A bolsa lisboeta viveu um dia negro. Fechou a perder quase 10%, uns redondos 9,86%. Hoje abriu a subir, estava a ganhar mais de 4%. Veremos como corre o dia e como será o fecho. Em relação a esta crise económica sou um optimista. Acredito que o mercado irá recuperar. A recuperação não deverá ser fácil, mas irá acontecer. Para a recuperação nacional temos que esperar pela aprovação do Orçamento de Estado para 2009. Para a recuperação americana temos que esperar pelos resultados das eleições norte-americanas. Cá estaremos para assistir...


Não se dispensa a leitura detalhada do artigo referido na 1.ª página do jornal.


15
Jul 08
publicado por Luís Veríssimo, às 13:37link do post | comentar | ver comentários (3)

Palavras para quê? Absolutamente maravilhoso, ofensivo, corrosivo e brilhante. Capa do próximo número da revista The New Yorker, a publicar no próximo dia 21 de Julho de 2008.



O candidato democrata à Casa Branca, Barack Obama, de turbante e a mulher, Michelle Obama, com traje militar.


03
Jun 08
publicado por Luís Veríssimo, às 17:08link do post | comentar

Barack Obama está a 40 deputados de ser o candidato democrata às eleições de Novembro. Hillary Clinton continua como prometeu até ao fim destas primárias. Hoje vota-se nos estados de Montana e de Dakota do Sul. São as últimas primárias. Obama já preparou a sua festa de vitória no Minnesota e já começou os contactos com Hillary para vir a trabalhar com esta. Informações sobre esta campanha aqui.


04
Mar 08
publicado por Luís Veríssimo, às 12:02link do post | comentar | ver comentários (2)

Prevê-se que tudo se decida hoje. Eu continuo a acreditar nela, ele não me convence mesmo. Mais informações aqui.


13
Fev 08
publicado por Luís Veríssimo, às 12:36link do post | comentar

Com "amigos" Barack Obama diz melodicamente "Yes we can!". Eu também can muita coisa. Do dizer ao fazer vai um grande, grande passo. Uma América imensa, um país assustador, um poder esmagador. Será que can?


Hillary Clinton pode ser uma "mulher frígida" mas se quiser também can qualquer coisa. Já quer fazer do seu Clinton um super-ministro dos negócios estrangeiros ou algo do género. Ela querer quer... e eu acredito nela!


E assim o Democratic Party continua indeciso. O que já revela alguma instabilidade.


Mais informação detalhada aqui.


04
Fev 08
publicado por Luís Veríssimo, às 12:15link do post | comentar

Amanhã 24 estados votam ao mesmo tempo nas primárias norte-americanas. É a chamada "super-terça-feira". É o tudo por tudo. Todos os argumentos estão em jogo. É quase certo que amanhã ficará decidido quem realmente concorrerá às eleições de Novembro.


À esquerda, pelo Democratic Party o confronto mantém-se entre Hillary Clinton e Barack Obama. Curisamente estão empatados na corrida. Ela continua a contar com o apoio do ex-presidente e marido Clinton. Ele tem a super toda poderosa Oprah Winfrey a apoiá-lo. Pela direita, Republican Party, temos John McCain e (Willard) Mitt Romney, 61 anos. O primeiro continua a ter uma maior vantagem, mas nestas coisas de política norte-americana nunca se sabe. Vamos ver de que lado sopra o vento.


O acompanhamento atento continua a ser aqui.


09
Jan 08
publicado por Luís Veríssimo, às 16:22link do post | comentar

As eleições presidenciais americanas estão marcadas para o próximo dia 04 de Novembro. Sendo a tomada de posse a 20 de Janeiro de 2009. De momento estão a decorrer as primárias. As primárias são as eleições que definem os candidatos presidenciais. Ocorrem estado a estado e funcionam de uma maneira bizarra - como o próprio sistema eleitoral americano. São os próprios eleitores que escolhem os candidatos.


Nos EUA temos apenas a direita (Republican Party) e a esquerda (Democratic Party), os outros não interessam para nada. Na linha da frente dos Democratas temos: Hillary Rodham Clinton, 61 anos, ex-primeira dama, Senadora pelo Estado de Nova Iorque; e Barack Hussein Obama, 47 anos, negro, Senador pelo Estado de Illinois. Na outra linha da frente, a dos Republicanos, temos: John Sidney McCain III, 72 anos, Senador pelo Estado do Arizona; e Rudolph William Louis "Rudy" Giuliani, 64 anos, ex-Mayor (Presidente da Câmara) de Nova Iorque.


Uma destas quatro pessoas será com toda a certeza o(a) próximo(a) Presidente dos EUA. É realmente uma eleição muito importante, pois falamos de um país dos maiores países do mundo, enorme em quase tudo. Recomendo acompanhamento atento aqui.


mais sobre mim
Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO