Since 1979
19
Mar 08
publicado por Luís Veríssimo, às 20:56link do post | comentar | ver comentários (2)

Entre mim e uma amiga:


"Eu - Sabes, às vezes é bom exorcizar isso tudo que nos vai na alma...
Ela - Exorcizar como?
Eu - Escrevendo, gritando, nadando, tudo isto feito com fúria , muita fúria.
Ela - Pois.. :( Tenho de ver isso.
Eu - Sexando também dá resultado!
Ela -  Luís és uma bomba! Isto só me ajuda a ver que a frase "O amor não basta." faz todo o sentido. Mas neste sentido: o gostarmos de alguém não quer dizer que a pessoa nos faça bem.
Eu - Claro que o amor não basta. Nalgumas relações vai bastando.
Ela - Lá está!"


Não me venham com coisas. Numa relação o amor não basta. Numa relação tem que haver sexo (muito e bom sexo). Numa relação tem que haver conversas (inteligentes e interessantes). E tem que haver muitas mais coisas, como por exemplo, intimidade e cumplicidade. O amor é muito mais que amor.


13
Mar 08
publicado por Luís Veríssimo, às 17:56link do post | comentar | ver comentários (1)

Entre um casal de meia idade:


"- Estás a ver aqueles ali?!? - perguntou-lhe ele apontando para um grupo de pessoas a fumar à porta de um prédio com aspecto empresarial. Ela apenas assentiu com a cabeça. - Agora perdem imenso tempo a vir fumar para a rua. Antigamente fumava-se nas secretárias e ninguém reclamava. - ela nada respondeu e a ladainha continuou até o autocarro parar na paragem terminal."


Penso de mim para mim: antigamente não havia respeito pelo colega não fumador do lado, ainda bem que hoje há, mesmo que devido a uma lei. E o défice de produtividade portuguesa não é um mal de agora e não se deve aos trabalhadores não poderem fumar confortavelmente sentados no seu local de trabalho.

tags:

mais sobre mim
Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO