Since 1979
30
Jul 08
publicado por Luís Veríssimo, às 22:08link do post | comentar

"Miga de forma descuidada as cascas das duas generosas fatias de melancia que acabou de comer. É bom vê-la comer assim. Não é mulher de comer muito. Nunca foi. Diz que não come muito por causa dos diabetes e do colesterol. Está magra. Muito magra. Principalmente da cintura para baixo. Apenas tem mamas. Não aquelas que em tempos já teve. Sempre foi conhecida pelas suas mamas enormes. Deixou de o ser um dia. No final de Dezembro dum certo ano uma panela de pressão rebentou quando estava a entrar na cozinha. Partes do cozido foram-lhe parar em cima, queimando a blusa de tirilene que vestia. Depois de curadas as inúmeras cicatrizes nos dois peitos, estes foram-lhe reduzidos para metade. Deixou de ser a mesma. Continua a usar frescas blusas de tirilene."


Nunca mais vou esquecer as mamas da Ti'Alice...
pinguim a 31 de Julho de 2008 às 08:49

Nem eu, acredita... e que bem que cheiravam...
Luís V a 31 de Julho de 2008 às 13:46

Gosto mais de ouvir falar nela como 'vó Alice. Adoro ouvir-te falar com ela ao telefone pois ouve-se ela a falar naquele delicioso sotaque alentejano. Não conheço a Senhora mas já gosto dela! =)
Hugo Tom a 1 de Agosto de 2008 às 07:34

mais sobre mim
Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10

13
14
17
18

20
22

27
28
31


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO